Vila Cruzeiro: vivendo sob fogo cruzado numa zona de guerra

Os 47 dias de confrontos entre policiais e traficantes nos complexos interligados de Vila Cruzeiro e Alemão, na Zona Norte, alteraram profundamente a rotina dos moradores. Cada um se protege como pode entre as trincheiras de uma guerra que, eles dizem, não tem precedentes naquela região.

A restrição ao direito básico de ir e vir é apenas uma das faces mais visíveis do drama. Quem vive por ali se depara ainda com cenas de violência extrema, corpos, balas que atingem as casas. E tem de encarar a decadência de um lugar outrora próspero.

Fonte: O Globo

Texto completo

Veja também:

Violência impede alunos de aprender